Unique Constraint

Nessa postagem vamos falar sobre as Constraints do tipo Unique, entender o que são e seus benefícios.

Uma unique constraint (constraint exclusiva) impõe a exclusividade de linhas, permitindo assim que você implemente o conceito de chaves alternativas do modelo relacional no banco de dados.

Assim como uma chave primária (Primary Key), as unique constraint pertencem ao design lógico do banco de dados e são implementadas como únicas, um índice não clusterizado em seu banco de dados.

Normalmente é uma boa ideia impor exclusividade quando os dados são exclusivos, isso ajuda a manter os dados limpos e evita problemas de integridade.

Outro ponto importante de se comentar sobre uma Unique Constraint é que elas também podem ajudar o Query Optimizer a gerar planos de execução mais eficientes, a desvantagem é que você terá que manter outro índice não clusterizado para cada condição de exclusividade que definir.

Ao contrário das PK’s, várias Unique Constrains podem ser definidas na mesma tabela, ela não está restrita a colunas definidas como NOT NULL.

Sendo assim, finalizamos a postagem para falar melhor sobre o que é uma Unique  Constraint no SQL, o objetivo era explicar o que ela é para quem está começando a utilizá-lo!

Espero que tenham gostado!

Aguardem que vem mais conteúdo pela frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s