Azure SQL Database – Business Critical

Nessa postagem vamos continuar aprendendo mais sobre o Azure SQL Database e vamos entender melhor sobre o Service Tier Business Critical que está dentro do modelo de compra vCore do Azure SQL Database!

O Service Tier Business Critical são projetados para aplicações que precisam de desempenho e disponibilidade máximos.

Os diferenciais do Service Tier Business Critical são:

  • Alta disponibilidade integrada com réplicas usando AlwaysOn Availability Groups, incluindo a opção de read scale-out (possui 1 réplica somente leitura);
  • Fornece proteção de disponibilidade adicional usando Azure Availability Zones.
  • I/O de baixa latência e alta velocidade usando armazenamento local;
  • In-Memory OLTP;
  • Maiores taxas de IOPS e throughput de I/O do que no modelo General Purpose;
  • Uma nova opção de computação chamada M-Series que oferece mais vCores e memória do que qualquer outra opção do Azure SQL Database (incluindo o Hyperscale)!

O modelo Business Critical é adequado para aplicações críticas que exigem a maior resiliência e o mais alto desempenho de I/O para um Banco de Dados por réplica. Ele oferece disponibilidade de 99,995% na configuração Multi-AZ e baixa latência de armazenamento de 1-2 milissegundos.

O Business Critical também oferece RPO garantido de 5 segundos e RTO de 30 segundos usando replicação geográfica, além disso, você pode usar armazenamento de 5 GB a 4 TB no tier Business Critical!

Ele utiliza discos SSD muito rápidos que são conectados localmente para que a latência da carga de trabalho do banco de dados seja muito baixa, também utiliza a feature de AlwaysOn Availability Groups para manter um cluster de alta disponibilidade para o banco de dados!

No modelo Business Critical também está disponível o recurso de read-scale que realiza o direcionamento de leituras para as réplicas secundárias, e dessa forma, aliviando a réplica primária onde é feito escrita, e o melhor, tudo isso sem nenhum custo adicional!

Assim como configurado ao utilizar um AlwaysOn On-Premises, você precisa especificar na string de conexão da sua aplicação o parâmetro “ApplicationIntent = Readonly” para que a conexão de leitura seja direcionada para uma réplica secundária.

Sendo assim, finalizamos a postagem sobre o Service Tier Business Critical que está dentro do modelo de compra vCore do Azure SQL Database!

Na próxima postagem vamos falar sobre o último Service Tier do modelo de compra vCore do Azure SQL Database, o Tier Hyperscale!

Espero que tenham gostado!

Aguardem que vem mais conteúdo pela frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s