Azure SQL Database – Elastic Pool

Nessa postagem vamos continuar aprendendo mais sobre o Azure SQL Database e vamos entender melhor sobre Elastic Pools, uma solução fantástica de provisionamento do Azure SQL Database!

Elastic Pools são simplesmente a possibilidade de agrupar Bancos de Dados SQL do Azure com o objetivo de reduzir o custo e o gerenciamento destes bancos de dados.

Um Elastic Pool permite que você utilize um Service Tier General Purpose ou Business Critical no modelo vCore, ou também utilizar o modelo de DTU, definir o tamanho dos bancos de dados que serão usados no grupo adicionado ao pool.

Dessa forma, você paga pelos recursos de todo o pool e os bancos de dados podem compartilhar estes recursos de acordo com à sua necessidade.

Os bancos de dados em um pool elástico podem usar todas as opções do Banco de Dados SQL do Azure, exceto Serverless ou Hyperscale.

O Elastic Pool permite que os bancos de dados dentro daquele servidor recebam os recursos de desempenho que precisarem no momento que for requisitado baseado no Tier que foi contratado, seja ele vCore ou DTU, portanto os recursos, por exemplo, 100 eDTU’s são compartilhados dentro do Pool de bancos de dados, quando um precisar de mais recursos eles são redimensionados de acordo com o que aquele banco requirir naquela situação, sempre dentro do limite de recursos contratados.

As imagens abaixo retiradas da documentação oficial do Elastic Pool nos ajudam a entender melhor esse processo:

Escolhendo o tamanho do meu Elastic Pool:

Estimar a quantidade de eDTUs ou vCores necessários:

  • Vou utilizar DTU:
    • Passo 1: Quantidade de Bancos de Dados x utilização média de DTU por Banco de Dados
    • Passo 2: Quantidade de Bancos de Dados com picos simultâneos x utilização máxima de DTU por Banco de Dados
  • Vou utilizar vCore:
    • Passo 1: Quantidade de Bancos de Dados x utilização média de vCore por Banco de Dados
    • Passo 2: Quantidade de Bancos de Dados com picos simultâneos x utilização máxima de vCore por Banco de Dados

Estimar o espaço necessário de armazenamento para o Elastic Pool somando o tamanho dos Bancos de Dados que serão adicionados à ele. Para um modelo utilizando DTU é preciso avaliar a quantidade de eDTU’s que fornece essa quantidade de armazenamento.

Para o modelo DTU, obtenha as maiores médias do passo 1 e 2, já para o modelo vCore utilize a média do passo 1.

Com essas informações já levantadas fica mais fácil para que você consiga estimar qual modelo de compra e tamanho para o seu Elastic Pool, o ideal é que utilize o modelo superior às médias que calculou que seja mais próximo à sua necessidade.

Criação de um Elastic Pool:

Para criar um Elastic Pool é preciso selecionar dentro do Portal do Azure por SQL databases clicar em Create e preencher os dados como em um modelo para criação de um novo banco SQL, porém na pergunta se deseja utilizar um Elastic Pool é necessário responder como sim, dessa forma será liberado as opções para criação de um novo Elastic Pool e configurá-lo conforme imagem abaixo:

Caso deseje criar um Elastic Pool a partir de um servidor de banco de dados já existente, dentro do seu Servidor de Banco de Dados clique em New elastic pool conforme abaixo:

Sendo assim, finalizamos a postagem sobre o Elastic Pools, uma solução de provisionamento do Azure SQL Database que nos permite uma redução de custos fantástica!

Espero que tenham gostado!

Aguardem que vem mais conteúdo pela frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s