Azure SQL Database – Recursos, Opções e Limitações

Nessa postagem vamos continuar aprendendo mais sobre o Azure SQL Database e vamos entender melhor sobre seus recursos, opções e limitações!

O Azure SQL Database oferece os recursos de PaaS mais completos, incluindo a maioria das opções de implantação.

Um Azure SQL Database oferece acesso aos principais recursos da engine de banco de dados SQL Server, porém, nem todos os recursos de uma instância SQL Server estão disponíveis.

Por exemplo, os índices columnstore estão disponíveis em um Banco de Dados SQL do Azure, mas você não pode criar Jobs do SQL Server Agent.

Há vários benefícios em utilizar um Banco de Dados SQL do Azure, ele é um serviço PaaS completo, segue alguns benefícios:

  • Alta disponibilidade integrada (incluindo Availability Groups), backups automatizados, retenção de backup de longo prazo, restauração point-in-time e recuperação de bancos de dados excluídos;
  • SLA de até 99,995%;
  • HADR em regiões do Azure com Replicação Geográfica ativa e Auto-Failover Groups;
  • Integração de Rede Virtual e isolamento de segurança com Private Link Support;
  • Integração com o Azure Active Directory;
  • Opções de escalabilidade simples e fáceis de usar para recursos;
  • Um SQL Server versionless, ou seja, atualizado constantemente com as atualizações e recursos mais recentes;
  • Redução de atividades administrativas relacionadas à manutenção de host, VM e instância do SQL Server;
  • Recursos voltados para um desempenho mais inteligente, como por exemplo o Automatic Tuning;
  • Integração com Azure Monitor;
  • Visualizações do Portal do Azure para análise de desempenho de queries;
  • Recursos de segurança PaaS, como Advanced Data Security (ADS);
  • Integração com outros serviços do Azure e em nuvem, como Azure Data Sync, Azure Search, Azure Stream Analytics e Power Platform.

O Azure SQL Database possui alguns modelos que devemos conhecer e sempre revisar essas opções para definir qual se adequa melhor à nossa necessidade antes de implementá-lo.

É preciso escolher um modelo de compra onde possuímos como opções DTU e vCore e dentro deles possuímos os Service Tiers (SLO) conforme modelos abaixo:

Portanto, para um Azure SQL Database podemos utilizar as opções de compra DTU’s e vCore que possuem tiers de serviço que atendem os cenários que você precisar para um banco SQL no Azure.

Sendo assim, finalizamos a postagem sobre os recursos, opções e limitações do Azure SQL Database.

Nas próximas postagens vamos aprofundar mais um pouco falando sobre os modelos de compra para o Azure SQL Database, DTU e vCore!

Espero que tenham gostado!

Aguardem que vem mais conteúdo pela frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s